terça-feira, 3 de maio de 2011

Passagens do Sermão da Montanha...Explicação Clara...

"Bem aventurados os pobres pelo espírito"-
Essa afirmação é as vezes confusa , como devemos ser pobres pelo espírito se buscamos a evolução espiritual, é o entendimento necessário é que muita vezes falta, a compreensão verdadeira da afirmação veja como fica claro com essa explicação.
Atenção: Os pobres pelo espírito ou seja pobres segundo o espírito, ou seja desapegados dos bens terrenos não pela força compulsória das circunstâncias, mas pela espontaneidade da renuncia.
Não há nada demais em ser rico e nem em ser pobre há virtude alguma .
A liberdade interna é que faz a diferença- é preciso saber que todo o problema é saber ultrapassar a fraqueza e a insegurança do Ego e entrar na força e segurança do Eu.

"Bem- aventurado  os mansos"-
Compreenda, esse manso a qual o mestre se refere é o homem que encontrou o seu eu divino e que é necessariamente manso.Isto é ele substitui toda forma de violência, física ou mental pela força do espírito.
Afasta a violência do campo astral, de magias buscadas no dia a dia, não corre atrás de efeitos ilusórios.
O seu poder é interno, de seu forte espírito, é a  força da suavidade.
A simpatia é uma emanação dessa força unida com a verdade e o amor

"Bem aventurado os misericordiosos"
São as pessoas que amam e compreendem o próximo com suas fraquezas, ignorâncias, doenças e confusões.
E então procura aliviar os sofrimentos, trazer luz aos pensamentos, fortalecer os espíritos.
O homem do mundo na maioria é demasiado social, o místico é silenciosamente solitário mas o  crístico é dinamicamente solidário, ajuda sempre o outro com ações, bens, palavras enfim com o que dispor.
Ser bom é diferente de fazer o bem, alguém pode fazer bem sem ser uma pessoa boa.
Quem espera recompensa pelo bem praticado é egoísta, mesmo que espere reconhecimento ou gratidão.O homem crístico está livre de qualquer espírito mercenário, trabalha por amor, com alegria.Ele é indiferente aos vivas ou vaias.

"Bem aventurados os tristes"
Não significa que tenhamos que estar a todo momento tristes, não é isso.
A pessoa  que tem a consciência reta e sincera e que está  em busca de algo real e verdadeira com certeza é profundamente alegre, calmo, feliz mas externamente lhe acontecem coisas que o entristecem. Ao observar o mundo e as pessoas que vivem nele e suas atitudes sem nenhuma cristificação, ou seja sem nenhum amor ao próximo, ações com violência, com desrespeito, sem ética e todo tipo de barbaridade tudo isso entristece essa pessoa que mesmo equilibrada em seu interno fica indignada com o ser que habita esse planeta sem a menor noção do que seja a vida real.

"Vós sois a luz do mundo"
A vida do homem cósmico é pura como
a luz na sua  solidão mística- e é fecunda como
a luz, na sua solidão crística
Brilhe diante dos homens a vossa luz!!!

"Contemplai os lírios do campo como crescem"...


O Quinto Evangelho-(Huberto Rodhen)

POSTAGEM EM DESTAQUE

Krishnamurti-Conhecimento com Essência Real