domingo, 29 de novembro de 2009

Poesia -Desperta para a Luta

Desperta para a luta!
Desperta para a vida!
Desperta para a ânsia!
Ânsia maior,
Muito maior
Que a que dormita no teu peito.
Digo-«dormita»
Porque a ânsia despertada
Dança com a hora
E zomba da tristeza e da alegria.
Desperta para a luta!
Desperta para a vida!
Desperta para a ânsia!
Ânsia pura
Muito pura,
Porque a ânsia da amargura

Digo - «amargura»
É o cântaro do hidromel
Enebriante que nos leva às delicias do inferno e ao silêncio do céu.
Desperta para a luta!
Desperta para a vida!
Desperta para a ânsia!
Ânsia boa
Muito boa,
Porque a ânsia da frustração
Digo-«Frustração»
É a seta do caminho
Onde flores e amores
Se confundem com chagas e dores.
Desperta para a luta!
Desperta para a vida!
Desperta para a ânsia!
Ânsia eterna
Infinita e eterna
Porque a ânsia do limite
É somente a espaçonave
Do grande voo da nossa ALMA!!!


(ALÓDIO TOVÁR)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente

POSTAGEM EM DESTAQUE

Krishnamurti-Conhecimento com Essência Real